24 junho 2016

Minha Crítica do Filme "O Caseiro" - RITA VAZ


Em um gênero pouco explorado no Brasil, o filme “O Caseiro” chega aos cinemas para surpreender o público com um thriller de suspense que prende a atenção do começo ao fim.
Longe de ser um filme parecido com produções hollywoodianas, “O Caseiro” tem seu mérito justamente por induzir a plateia por uma atmosfera de crescente suspense sem utilizar de grandes artifícios e isso se deve ao bom trabalho do diretor Julio Santi.
Outro mérito do filme é a fotografia que apresenta um ótimo trabalho em cenas com pouca luz e muita beleza, e que colabora na construção da dramaticidade da história.
A trama do filme gira em torno de Davi, um professor de psicologia que sempre tem uma explicação lógica para todo acontecimento dado como sobrenatural, ele é um cético.
E é com essa aura que ele vai atender ao pedido de ajuda de uma aluna.
Renata pede ao seu professor para que ele ajude sua irmã mais nova que parece estar sendo assombrada pelo espírito de um caseiro que cometeu suicídio na fazenda da família há mais de trinta anos.
Davi parte para a propriedade, pronto para desvendar esse mistério, mas terá que enfrentar um desafio maior do que imaginou, colocando suas crenças em jogo.
O filme também apresenta ótimos personagens, que deixam o espectador em dúvida sobre suas verdades ao longo de toda a trama.
Apesar de alguns clichês contidos na história, o filme apresenta reviravoltas que surpreendem e acabam deixando o espectador com vontade de assisti-lo uma segunda vez.
Com um final surpreendente “O Caseiro” é um filme que agradará a todas as plateias, mas principalmente as que gostam do gênero suspense. Recomendo!

Título Original: O Caseiro
Gênero: Suspense/Terror
Tempo de Duração: 1 hora e 52 minutos
Ano de Lançamento: 2016
Direção: Julio Santi

Elenco: Bruno Garcia, Malu Rodrigues, Denise Weinberg, Leopoldo Pacheco, Bianca Batista, Annalara Prates, Fábio Takeo, Roberto Arduin. 

Nenhum comentário: