13 agosto 2015

14ª Edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro,Acontece em 1º de Setembro.


“Getúlio”, de João Jardim, lidera o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2015 com 14 indicações, seguido por “O lobo atrás da porta”, que concorre em 12 categorias. Roberto Farias será o grande homenageado do evento, que será realizado dia 1º de setembro no Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro

Público vai poder eleger seus favoritos em três das 26 categorias. Arquivo Nacional receberá Prêmio Especial de Preservação 2015.

O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, premiação mais importante do cinema nacional, chega à sua 14ª edição. Cinco filmes disputam a categoria Melhor longa-metragem de ficção, a mais aguardada do evento: “Getúlio”, “Hoje eu quero voltar sozinho”, “O lobo atrás da porta”, “Praia do futuro” e “Tim Maia”. O diretor Roberto Farias, que assina obras emblemáticas do cinema brasileiro como “Assalto ao trem pagador” e “Pra frente, Brasil”, será o grande homenageado da noite por sua importante produção audiovisual e pela luta por mais melhorias e espaço dado ao setor. A cerimônia será realizada dia 1º de setembro, às 21h no Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro - Cine Odeon.

Entre os dias 06 e 31 de agosto, a disputa estará aberta para o voto popular, no qual o público vai poder eleger, através do site (
www.academiabrasileiradecinema.com.br), os vencedores das categorias “Melhor longa-metragem ficção”, “Melhor longa-metragem documentário” e “Melhor longa-metragem estrangeiro”. Para quem não conseguiu assistir os indicados, ou quiser rever, os filmes serão exibidos a partir do dia 20 deste mês em cinco salas do Rio de Janeiro: Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro (inteira R$12,00 / meia R$6,00), Departamento de Cinema da UFF (R$1,00), além da Biblioteca Parque de Manguinhos, Biblioteca Parque Estadual – Av. Presidente Vargas e Unicine - Núcleo de Cinema Estácio de Sá, com sessões gratuitas.

A cerimônia, que será transmitida ao vivo pelo Canal Brasil, tem direção artística de Ivan Sugahara (vencedor na categoria melhor espetáculo do Prêmio Cesgranrio de Teatro 2015 com ‘Fala Comigo como a Chuva e me Deixa Ouvir’), com cenografia de Sérgio Marimba e iluminação de Paulo César Medeiros. A noite será uma celebração do cinema brasileiro, do centenário do nascimento do Grande Otelo artista que, desde 2002, dá nome à estatueta do Grande Prêmio de Cinema que este ano, ganhou novo desenho assinado por Ziraldo, além da homenagem aos 450 anos do Rio de Janeiro.

O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro é realizado pela Academia Brasileira de Cinema e pela Espaço/Z e conta com o patrocínio da TV Globo através da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, da Prefeitura do Rio de Janeiro por meio da RioFilme, do Telecine e Cinemark.

“O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro tem importância fundamental para a promoção do cinema nacional, por ser uma premiação feita a partir da votação isenta de um júri técnico composto por 250 membros da Academia e do voto popular”, declara Jorge Peregrino, vice-presidente da Academia Brasileira de Cinema.

Nenhum comentário: