28 novembro 2014

Minha Opinião Sobre o Filme "Irmã Dulce".




“Irmã Dulce” é acima de tudo um filme emocionante, que mostra a vida da religiosa que ficou conhecida como o “Anjo Bom da Bahia”.
O filme conta a história desde sua infância até o momento em que ela encontrou o Papa João Paulo II em sua visita ao Brasil em 1980.
Desde pequena Dulce enxergava as lamentações do mundo e ainda bastante jovem ingressou para o convento onde pode praticar o que sempre desejou, ajudar o próximo.
O longa mostra os diversos percalços pelos quais a freira passou, pois vivia em uma época difícil, onde o machismo e o coronelismo imperavam com maior evidência.
Como era uma pessoa de ação, não se contentava em ficar “presa” entre as paredes do convento, ela sentia a necessidade de agir do lado de fora onde as pessoas pobres estavam.
E foi para ajudar João, um menino que foi abandonado na frente do Convento e que permeou toda sua vida, que ela, contra todos e contra leis, saiu e foi fazer o bem, literalmente, ajudando quem precisava, dando alimento, teto, carinho e amor, principalmente amor, fazendo com que as pessoas se achassem importantes para ela, que fossem reconhecidas por ela.
E isso era o que bastava, o seu acolhimento em forma de amor.
Irmã Dulce transformou o galinheiro dos fundos do convento Santo Antônio, em Salvador, em hospital de referência e foi respeitada por líderes de várias religiões.
Mas, Irmã Dulce também sofreu as conseqüências de suas infrações.
E apesar de tudo isso ela continuou pedindo ajuda para seus pobres, sem arrefecer e permaneceu atravessando as madrugadas acolhendo as pessoas que mais precisavam e que mais eram relegadas pela sociedade.
Irmã Dulce é um ícone beatificado da cultura moderna brasileira que poucas pessoas conhecem, deveriam conhecer e que agora tem uma oportunidade muito bonita para isso.
Importante destacar o impressionante trabalho das atrizes Bianca Comparato e Regina Braga como Irmã Dulce jovem e mais velha respectivamente.
Elas caminham, se movem e falam como ela. Aplausos!
No final do filme, quando são apresentadas cenas reais da vida dela, ficamos impressionados com a semelhança das atrizes com a da Irmã.
Enfim, um legado de amor e doação que tem que ser conhecido por todo brasileiro. Recomendo! 
RITA VAZ

Título Original: Irmã Dulce
Gênero: Drama/Biografia
Duração: 1 hora e 30 minutos
Ano de Lançamento: 2014
Direção: Vicente Amorim
Elenco: Bianca Comparato, Regina Braga, Glória Pires, Malu Valle, Zezé Polessa, Fábio Lago, Amaurih Oliveira, Caco Monteiro, Gracindo Junior.

Nenhum comentário: