04 novembro 2014

Crítico francês François Truffaut tematiza Cineclube Sesi de novembro




A programação de novembro do Cineclube Sesi exibe grandes sucessos da história do cinema, mas todos com a reflexão voltada aos olhos de François Truffaut. O importante cineasta e crítico francês, um dos nomes mais importantes do Nouvelle Vague, centraliza os debates das sessões gratuitas do cineclube, que acontecem todas as quintas-feiras, às 19h30, no Centro Cultural Sistema Fiep.

Truffaut buscava trazer temas como a paixão, as mulheres, a fidelidade e a infância para os seus filmes, assim como para as suas críticas. O ciclo do cineasta – que completou 30 anos de morte no dia 21 de outubro – inicia a programação, no dia 6, com “Zero de Conduta”, de Jean Vigo, que mostra um grupo de quatro meninos que se rebela com o sistema repressivo de seu colégio interno.

O cineclube também exibe “Scarface, a Vergonha de Uma Nação”, de Howard Hawks, no dia 13, sobre a traição dentro de uma quadrilha de gângsteres. Para completar o clima de perseguição, o clássico “Um Corpo Que Cai”, de Alfred Hitchcock é o longa a ser exibido no dia 20, mostrando um detetive aposentado que aceita o convite de um amigo para que ele persiga sua esposa.

O cineclube encerra o mês com “Guernica” e “Noite e Neblina”, de Alain Resnais, no dia 27, que relembra do período de guerra, com o bombardeamento da cidade espanhola e os registros de campos de concentração nazistas.

As exibições dos filmes acontecem na Sala Multiartes do Centro Cultural Sistema Fiep (Av. Cândido de Abreu, 200, Centro – Curitiba – PR) e são seguidas de debates. A entrada é franca com vagas limitadas por ordem de chegada. Mais informações pelo site www.sesipr.org.br/cultura.

Serviço:
Cineclube Sesi – O cinema segundo François Truffaut
Local: Centro Cultural Sistema Fiep – Sala Multiartes - Av. Cândido de Abreu, 200 - Centro Cívico - Curitiba/PR
Datas e horários: quintas-feiras, às 19h30
Ingresso: gratuito

06/11 – “Zero de Conduta”, de Jean Vigo (1933, 41 minutos). Classificação: Livre.
13/11 – “Scarface, a vergonha de uma nação”, de Howard Hawks (1932, 93 minutos). 14 anos.
20/11 – “Um Corpo Que Cai”, de Alfred Hitchcock (1958, 128 minutos). 14 anos.
27/11 – “Guernica” e “Noite e Neblina”, de Alain Resnais. (1950 e 1955, 13 e 32 minutos). 14 anos.


Nenhum comentário: