10 junho 2014

Minha Opinião Sobre o Filme "A Culpa é das Estrelas".




Baseado no livro "A Culpa é das Estrelas", best-seller escrito por John Green e fenômeno entre o público jovem adulto, o filme de mesmo nome pode ser traduzido com uma palavra: lindo.

Apesar do tema pesado, o diretor consegue contar uma história que emociona pela poesia de um amor jovem e pelo bom astral.

Hazel Grace Lancaster é uma jovem que desde pequena descobriu ter câncer na tireóide, mas sobrevive há alguns anos, graças a um novo medicamento que está sendo testado com sua ajuda.
Com metástases nos pulmões ela precisa respirar por uma cânula ligada a um tubo de oxigênio o tempo todo.

Aonde vai, carrega junto uma mala com o oxigênio para respirar.

A mãe da jovem, na tentativa de ajudar um pouco mais a filha, que ela acredita estar em depressão, insiste para que ela participe de um grupo de ajuda às pessoas com câncer.

Depois de muita insistência ela vai, e é lá que vai conhecer Augustus Waters, um rapaz que há um ano e meio venceu outro tipo de câncer e acompanha um amigo que também luta contra a doença no grupo de apoio.

Steve é positivo acima de tudo, tem um sorriso constante nos lábios e pouco a pouco conquista Hazel.
Com uma visão diferente para encarar uma doença terminal, os dois se ajudam e juntos descobrem a delicadeza do amor.

A construção da relação ente o casal é muito bonita e muito bem feita, acabamos compartilhando do desejo de vê-los juntos e comemoramos a alegria deles.

Mas, o câncer é uma doença que traz bastante sofrimento, e os dois terão que passar por algumas provas para terem a companhia um do outro.

Um filme belíssimo, emocionante, que vale a pena ser assistido, mas não se esqueça de levar a caixa de lencinhos, pois você vai derramar lágrimas com certeza. Recomendo!

Nenhum comentário: