13 junho 2012

Filme "Flores do Oriente"


Nanjing á a capital de Jiangsu, província da China, e já foi capital do país em várias ocasiões.
Uma delas foi em 1937, quando o Japão invadiu a China, dando início à Segunda Guerra Sino-Japonesa. Nessa invasão ocorreu um dos maiores massacres da história, e em Nanjing estima-se que entre 300 e 350 mil pessoas foram brutalmente assassinadas.
É com esse pano de fundo que o diretor Zhang Yimou conta de forma belíssima a história de dois grupos de pessoas que se não fosse o massacre talvez nunca teriam se encontrado na vida.
John Miller é um ocidental encarregado do enterro de um padre da Igreja Católica da cidade de Nanjing.
Quando ele consegue chegar à Igreja que supostamente seria área protegida da Cruz Vermelha ele encontra um grupo de jovens estudantes apavoradas precisando de sua ajuda para saírem da cidade antes que também fossem mortas.
A esse grupo junta-se um grupo de coloridas prostitutas que também dependerão do ocidental para permanecerem vivas.
John acaba passando pelo padre para proteger as meninas que vivem em pânico devido aos constantes estupros e execuções que são feitos pelos soldados japoneses.
Uma história que evoca sentimentos nobres como a amizade, a confiança, o amor e a compaixão.
Baseado no livro “The 13 Women of Nanjing” de Geling Yan, o filme permeia o denso e o lirismo na medida exata para arrebatar multidões.
Com atuações belíssimas e Christian Bale dando um show de interpretação, “Flores do Oriente” é um dos melhores filmes dos últimos tempos e com certeza vai conquistar a sua simpatia. Recomendo!  

Nenhum comentário: