13 junho 2012

Filme "Branca de Neve e o Caçador"


Contos de Fadas são versões de histórias que eram contadas antigamente para que as pessoas, principalmente os mais novos ficassem atentos e prestassem atenção para não serem pegos desprevenidos por bandidos ou assassinos.
Branca de Neve é um desses contos, e foi escrito pelos Irmãos Grimm no início do século dezenove. De lá para cá, muitas versões já foram feitas dele.
Nesse novo filme “Branca de Neve e o Caçador” temos novamente uma releitura do clássico que tanto encanta as pessoas.
Branca de Neve se torna uma mulher líder e guerreira, sem perder a bondade e a pureza.
A história é contada como um filme de terror, onde a nova rainha é extremamente má e aterroriza a vida de todo um condado.
Eric é o caçador que foi contratado pela rainha para capturar Branca de Neve que fugiu do Castelo. Além disso, ela é a única chance de a rainha ter a sua beleza eternizada.
Porém Eric, como no conto clássico, não consegue matar Branca de Neve e assim inicia uma fuga junto dela que ceifará a vida de muitos.
Apesar da nova leitura, todos os elementos do conto clássico estão lá: o príncipe encantado, os sete anões, a maçã enfeitiçada, o rei, o castelo, os animais encantados, a floresta negra e a floresta encantada.
Aliás, as florestas são um caso à parte, tratadas como personagens elas tem papel fundamental no desenrolar da história.
O figurino e a direção de arte comandam um show visualmente perfeito, retratando com detalhes a escura aura do reino da rainha Ravenna e ao mesmo tempo dando leveza e magia à floresta encantada.
Charlize Teron está perfeita no papel e o diretor Rupert Sanders fez o que pode se chamar de “o filme da sua vida”.
Muita emoção e agradáveis surpresas. Recomendo!

Nenhum comentário: