14 janeiro 2009

Nova Ortografia - Hífen evita colisão de vogais e separa termos iniciados por "h".



Por Thaís Nicoleti
O emprego do hífen no novo sistema ortográfico do português ficou mais simples. Quase todos os prefixos e falsos prefixos terminados em vogal passaram a obedecer a um mesmo princípio: hífen diante de termos iniciados pela letra "h" e diante de termos iniciados pela vogal idêntica à vogal final do prefixo em questão.

Dessa forma, obtemos grafias como "turbo-hélice" (no lugar de "turboélice"), "mini-hospital" (em vez de "miniospital"), "anti-inflamatório" (no lugar de "antiinflamatório"), "micro-ondas" (em vez de "microondas") etc.Nos demais casos, vale a justaposição dos elementos.

Assim: "autoescola" e "infraestrutura", por exemplo, em que a vogal final do prefixo é diferente da vogal inicial da palavra subsequente.Se a palavra a ser prefixada se iniciar pelas letras "r" ou "s", será necessário duplicar essas consoantes, de modo a preservar a sua pronúncia. Assim: "antirruído" (no lugar de "anti-ruído"), "suprarrenal" (no lugar de "supra-renal"), "ultrassonografia" (em vez de "ultra-sonografia"), "infrassom" (em vez de "infra-som") etc.Apesar de serem diferentes dos anteriores, os novos princípios, muitas vezes, acabam produzindo grafias idênticas às do sistema anterior.

Assim: "antialérgico", "extraordinário", "microssistema", "minirreforma", "infectocontagioso", "cardiorrespiratório", "paramilitar", "infravermelho", "ultravioleta", "anti-higiênico" e muitas outras palavras não sofrem alteração.

Um comentário:

Anônimo disse...

que saite e esse?nao tem nada pra explicar afffiii!!quando criarem um saite melhor por favor mande um comentario dizendo pois este saite nao tem nada!!!